velho escritor sem papas na lingua

certa vez queimei a língua com batatas quentes, daquelas assadas no papel alumínio.

e o que que houve, velho escritor?

nunca mais pus papas na língua. por um trocadilho do acaso tornei-me um homem que só fala a verdade. eu minto em hipótese nenhuma.

então,  devo aproveitar a situação. conte, por favor:  por que o senhor passa tanto tempo recluso?

porque eu não tenho saco para as pessoas, prefiro minha cópia original do quincas borba.

calenza

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a velho escritor sem papas na lingua

  1. Jamile de Oliveira diz:

    muito foda! ‘ao vencedor, as batatas!’

  2. calenza diz:

    o velho escritor adora esse livro, sábio que só ele…
    bjA
    ps.: ele me pediu que eu agradecesse

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s