ao léu

ele entrou num prédio ao léu, puxou o elevador pela orelha e subiu até o 7. girou a maçaneta devagar e disse boa noite.

puta quil pariu, que susto. o que você ta fazendo no meu apartamento. nunca te vi na vida, você é louco?

eu também nunca te vi, mas resolvi te fazer uma visita.

sai, senão vou chamar a polícia.

calma.

calma o cacete, ela diz já com uma faca de manteiga na mão.

você vai passar requeijão em mim?

qual é o seu nome?

leonardo. e o seu?

mônica. to sem requeijão. cara, sério, vai embora, por favor. vou ligar na portaria.

eu trouxe seu condomínio.

falei que era seu namorado. o cara deixou eu subir.

mas que filho da puta. deixa qualquer…

tchau, mônica, foi um prazer.

peraí, vai me deixar falando sozinha?

ok, tem cerveja?

(continua)

calenza

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Especiais, QTPS com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a ao léu

  1. Pingback: a léu 2 | Quero te pegar sóbrio – blog sobre relacionamentos, humor, cinema, poemas, paixões, amores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s